sexta-feira, junho 27, 2008

Conseguindo o emprego - parte final

Muito bem… vamos à parte final desta história de emprego.

Eu já estava há uns dois meses enviando currículos e fazendo entrevistas em várias empresas.
Um belo dia, recebi pelo e-mail um aviso do Workópolis de vagas para gerentes de projetos e especialistas em ITIL (para aqueles que não são da área, ITIL é um especialista na gestão de serviços de TI).

Neste aviso tinha uma vaga para Gerente de Projetos ITIL, que não era exatamente o que eu estava procurando, mas como os requisitos satisfaziam à minha experiência.... mandei o CV para a empresa.

Uma semana depois eu recebi uma ligação (detalhe: já eram umas 18:00hs e normalmente o pessoal não trabalha neste horário) da empresa sobre o meu CV. Eu disse que havia enviado e que estaria disponível para uma entrevista.

A senhora do RH, muitíssimo educada, disse que eles estavam precisando contratar uma pessoa com o meu perfil urgente e perguntou se eu poderia ir lá dois dias depois para uma entrevista.

- É claro, Madame. A senhora poderia me enviar por e-mail as informações deste encontro (horário, data e endereço) por favor? (façam sempre este pedido para não correrem o risco de entenderem errado as informações)

Depois eu fui no site da empresa para ver exatamente do que se tratava e me lembrei do cargo. Não era o que eu queria, mas tudo bem. Vou lá mesmo assim.

Dois dias depois eu no horário marcado estava na porta da empresa. Primeira surpresa. Era uma empresa que tinha o próprio edifício... enorme... situado bem no centro de Montreal e em cima de uma estação do metro. Já foi uma boa impressão pois trabalhar perto do metrô é ótimo.

Me apresentei na recepção e a atendente pediu para esperar. Cinco minutos depois ela pediu para eu subir até o oitavo andar. Chegando lá a senhora do RH já estava me esperando e fomos para uma sala de reunião. Precisa falar o estado de nervos????

Na sala tinha mais um senhor gorducho, barbudo, com camisa branca manga-curta e gravata bem no estilo americano nerd. Eu pensei... ai meu Deus.. como vou falar em inglês com este cara?

Detalhe, meu francês estava bom, mas o inglês estava esquecido em algum lugar mofando enquanto eu fazia a francisação.

Começamos a entrevista e logo de cara chegamos à conclusão que eu não serviria para o cargo.

Não vou entrar em detalhes técnicos, mas após algumas perguntas você sabe se vai se dar bem ou não. Nisto o gorducho se levantou, me agradeceu, desejou boa sorte e se mandou.

Eu já estava pronto para ir embora, quando a senhora falou:

- Você tem tempo para que eu faça mais algumas perguntas pra você?

- Claro Madame, estou às suas ordens.

Aí veio a surpresa... ela me fez uma série de outras perguntas... conversamos quase uma hora além dos 5 minutos que fiquei encarando o gorducho.

No final ela me falou:

- Seu perfil é muito bom, e temos uma vaga na empresa que eu gostaria de te oferecer. Você está disposto a trabalhar em outra função?

Detalhe: eles são muito objetivos por aqui. Se você se candidatou a ser pintor de parede de 3x4 na cor branca... eles vão tentar te arrumar um emprego no qual você faça EXATAMENTE isto.

Não tem muita originalidade. Como eu estava topando qualquer parada, eu disse:

- Claro. Qual é a função?

- Precisamos de um Coordenador-Chefe para gerenciar o novo escritório de projetos que estamos implantando aqui na matriz e você tem o perfil que estamos procurando.

- Coordenador-Chefe? (Esta mulher ta tirando onda da minha cara... nenhum imigrante consegue um trabalho na área e ainda por cima como Coordenador-Chefe sem a tão falada experiência canadense). E quais seriam as minhas responsabilidades?

- Bem... você será responsável por uma equipe de 15 gerentes de projetos terceirizados que estão sendo substituídos por profissionais contratados... mas eles precisam de alguém para acompanhar a transferência de conhecimentos, bla, bla, bla, bla, bla....


Eu aqui com meus botões.... esta mulher está de onda com a minha cara.....

Vou te encaminhar para a minha colega que é responsável pela vaga e ela vai entrar em contato contigo.
Ahhhh.... sabia que tinha coelho nesta toca... não vou receber ligação nenhuma....
- Ok Madame... vou aguardar então.

No dia seguinte bem cedo, toca o telefone... quem é?

- Aqui é da empresa XXX e queríamos agendar uma entrevista com o Sr. Rogério.

Pronto... caiu a ficha.. o negócio era sério. Dois dias depois lá estava eu novamente respondendo a outra bateria de perguntas e falando tudo o que sabia e não sabia sobre gerenciamento de projetos e escritório de projetos. Mais uma hora de entrevista.

Detalhe: quase não tive que falar inglês nas entrevistas. O ambiente é francês.

No final ela disse:

- Ok, seu perfil é muito bom. Vou agendar mais um encontro com o Diretor de Projetos da empresa para vocês discutirem a questão técnica. (Ué..? E aquele monte de perguntas que ela fez? Aquilo já não era técnico? O que mais eles vão querer saber). O problema é que ele é muito ocupado e não sei quando conseguirei agendar, mas no máximo mais uma semana.

No dia seguinte, de manhã bem cedo.

- Monsieur Manso, o gerente vai viajar para os EUA e queria saber se o Sr. teria condições de vir conversar com ele amanhã bem cedo. (Nossa como eles são educados....)

- Sim Madame. A que horas?..... poderia me mandar um e-mail confirmando este encontro? (não esqueça, heim?!?!)

No dia seguinte, no horário marcado, lá estava eu no local da entrevista. Chega uma senhora muito educada e diz:

- Monsieur Manso, infelizmente... (nesta hora o coração disparou)... o Monsieur YYY teve que se ausentar, mas o Sr. vai conversar com outra pessoa que irá entrevistá-lo.

- Ok. (o coração voltou ao normal)

Cinco minutos depois, lá estava eu diante de uma senhora que não tinha um mês de empresa, tentando me entrevistar. Ela não sabia nem o que perguntar. Foi pega de surpresa e pediram para ela me entrevistar. Ela nem sabia o que fazer.

Depois de esclarecermos alguns pontos, eu tentei aliviar a situação e falei um pouco da minha experiência no Brasil. Conversamos uma meia hora e ela ficou bastante satisfeita. Ao final ela disse:

- Ok. vou encaminhar seu processo para o RH e eles deverão entrar em contato contigo.

Passados dois dias, eu recebo um telefonema de um outro recrutador:

- Monsieur Manso, estamos precisando contratar um gerente de projetos urgentíssimo. O Sr. pode fazer uma entrevista amanhã de manhã? Se tudo der certo o Sr. começa de tarde. É um trabalho temporário de 03 meses.

Pronto.. tava armada a confusão.

De um lado um emprego praticamente fechado e permanente, mas que eu não sabia quando aconteceria. Do outro um emprego temporário mas que eu teria que decidir imediatamente. O que fazer?

Liguei para a empresa XXX e pedi pra falar com a senhora do RH

- Madame, eu acabei de receber uma proposta de emprego na empresa YYYY e eu tenho que responder no máximo até amanhã de manhã, MAS eu gostaria muito de poder trabalhar com vocês e por isto queria saber como está o meu processo.

- Poxa, Monsieur Manso... muito obrigado por ter nos telefonado. É muito gentil da sua parte (eles são muito educados no francês...). O Sr. poderia aguardar dois minutos para eu conversar com o meu diretor e eu já retorno para o Sr.

- Ok.

Dois minutos depois.

- Monsieur Manso, estamos com um pequeno problema (lá se vai a freqüência cardíaca pro alto novamente) com relação à oferta de salário que queremos fazer ao senhor. A sua pretensão salarial é de X, mas em função do cargo que estamos oferecendo, achamos que o Senhor não iria aceitar trabalhar por menos de 2X... estou tentando arrumar uma autorização para poder fazer uma proposta melhor para o Sr. O senhor pode aguardar até à tarde?

- Posso. (bem... dá para imaginar como estava a minha cabeça nesta hora.... o tal do X já era muito na minha cabeça... agora a mulher me oferece 2 X e ainda acha que é pouco... mas vamos ver até aonde chegaremos).

De tarde o telefone toca.

- Monsieur Manso, desculpe a demora, mas acho que poderemos fazer uma oferta de trabalho para o Sr.

Detalhe: aqui eles fazem muito isto... a tal oferta de trabalho. É muito formal o processo todo.

- Oferecemos 2,5X mais Y% de bônus ao final do ano, mais assistência completa médica-odontológica, mais ...mais... mais... e daqui a três meses poderemos fazer uma nova negociação.

- Bem... deixa eu pensar um pouco. (na verdade eu precisava tomar um copo d´água e abrir a porta para os paramédicos entrarem porque eu iria ter um ataque cardíaco em poucos minutos)

- Ok. Aceito.

Bem... foi assim que tudo terminou. Ou está começando.

A sensação é de vitória, misturado com alívio, regado com choro e suor, e um sentimento de revolta com alguns que ficam tentando o tempo todo justificar o próprio fracasso desejando o fracasso dos outros. Escutei muitas pessoas reclamando e dizendo mil coisas sobre o primeiro emprego no Canadá.

Tenho a certeza que não sou a regra... sou uma excessão. Credito à Deus tudo o que tenho conseguido, mas também fiz a minha parte.. e procurei fazer da melhor forma possível. Mas mesmo uma excessão pode se tornar um fato real para aqueles que acreditarem em sí mesmos e no poder que Deus tem sobre todas as coisas.

Agradeço todos os dias as bençãos que temos recebido e também aos amigos e familiares que tem nos acompanhado e apoiado nesta nova fase de nossas vidas.

Tem mais alguns detalhes que não escrevi porque isto não é um livro, mas um dia eu conto (só para não esquecer... a carta de referência, a pesquisa policial, a resposta ao outro emprego que estava aguardando, os diversos recrutadores que não acreditaram quando disse que não estava mais disponível, etc, etc)

Agora é esperar o dia 07 de julho quando começarei um dos maiores desafios profissionais da minha vida. Mas tenho certeza que darei conta do trabalho.

Moral da história: não se deixem levar pelo que outras pessoas falam sobre ou para você. FAÇA A SUA HISTÓRIA!... A minha eu estou escrevendo.

Grande abraço a todos.

PS. Prometo que não vou postar outra história tão grande novamente. Espero....


18 comentários:

Mariana&Daniel disse...

Rogério,

Parabéns mesmo! Como futura (e breve!) imigrante, fico muito feliz com a sua conquista.

Sempre que puder e estiver a fim, escreva sobre suas experiências pois eu e muitos outros estaremos por aqui tentando absorver!

Abraços,
Mariana

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Rogerio,
Da para perceber que voce e um excelente gerente de projetos porque nao esquece os detalhes de cada etapa!
Parabens, mas desde que comecei a acompanhar a historia de voces, tinha a impressao que vc ia conquistar algo bem legal, mas foi 2,5 mais legal!!!
Parabens!

Anônimo disse...

Rogerio,

A sua estoria esta apenas comecando. A perseveranca e a simplicidade, na minha opinao,sao o segredo do sucesso.
Ao ler o seu relato,revivi a minha estoria.Sou imigrante como vc e como muitos que chegam a este pais,pensamos que nao havera oportunidade por nao ter a experencia canadense.Nem sempre isso e uma regra. Acredito que tudo e possivel.
Eu acreditei e consegui.Vivo ha 7 anos no Canada e ha 4 anos trabalho na area em que trabalhava no Brasil.E foi aqui que obtive o reconheciento dos meus estudos e experiencia que adquiri no Brasil. Ocupo um cargo cadre e continuo a aprendendo mais e mais.
Desejo-lhe muito sucesso e continue a acreditar que podemos sempre superar qualquer obstaculo.

Boa sorte a vc e a sua familia,

Luiz Alberto disse...

Monsieur Manso, também sou de TI e estou estudando para certificar em PMP. Foram excelentes teus posts de emprego, pois aprendi muito com as dicas e com certeza me ajudará no momento que precisarei (ah, se tivesse lido isto em 2005...). Muito obrigado por ter dividido a experiência e desmistificado o mito de imigrante não conseguir emprego bom, muito menos o primeiro emprego. Parabéns e Boa Sorte!

PS: Imagino o 'stress' de ter que aceitar o salário em um valor diferente do pedido. 2.5X, mais bônus, mais benefícios??? Um absurdo! =]

Leila e Júnior disse...

Oi, Rogério.

Depois de ler todo o processo sobre seu emprego, só tenho uma coisa para dizer: realmente PARABÉNS! Vc está certíssimo, nós fazemos a nossa história. E, nada mais justo que você tenha conseguido esta vitória: foi um esforço e dedicação para isso. Essas conquistas de vcs são um resultado de tudo o que buscaram. Estão mesmo de parabéns. Sucesso no novo emprego.

Um abraço "procês",
Leila

" Quebrando o gelo" disse...

Mas homi, tu é uma figura mesmo... morri de rir qdo escreveu que precisava pensar, qdo na verdade queria mesmo era se recuperar do susto... srsrsr.... e pôxa, tu tá podendo mais ainda do que eu pensei.... rsrsrs..... 2Y + mais... mais... mais... , bem pelo meus cálculos vc tá mais impte que a "bala que matou Kennedy" ... rsrsrs... Tá certo!!!
Tá vendo amigo, tem que fazer a sua parte e ter fé em Deus mesmo!
Volto a repetir, se a espera foi árdua, é porque vc ou vcs precisavam passar por isto ....
bj e parabéns de novo!!!!!!!!!!
E que venha a cidra... ôpa, esqueci... pra nós é o espumante né... rsrsrs... vou esperar hein... rsrsrs...

Goldman disse...

Rogerio, fico muito feliz que as coisas estejam se ajeitando para vc aí em Montreal. Meus sinceros parabéns. Grande abraço, Goldman.

Rodrigo disse...

Rogério,
Fiquei até arrepiado de ler seu relato!!
MUITO Útil... Muito útil mesmo!!!
É incrível o quanto você conseguiu aprender em poucos meses de Quebec...
Glórias a Deus que planejou isso para sua vida. Creio que o Senhor tem grandes planos para sua vida, e espero poder conhecê-lo (e sua esposa) pessoalmente em breve...
Obrigado pela mensagem no nosso blog! Espero que o nosso processo possa ser tão bem sucedido quanto o de vocês!
Grande abraço!

Nós4 disse...

Parabéns Rogério,

Se voce não fosse um GP poderia ser um ótimo contandor de "causos" =D, muito BOM o seu post! Deus abençoe cada vez mais sua jornada, parabéns.

Abs

Hamilton e Dani

Jean disse...

Rogerio e Luciane,

Parabéns pelo emprego, digo aos dois, porque tem um frase que eu acho muito importante é que sempre atras de um grande homem tem uma grande mulher e atras de uma grande mulher tem um grande homem. Fico muito feliz com sua admissão no emprego Rogério. Sucesso para vcs.

Um abraço,

Jean e Camila

Laura disse...

Oi Rogerioe Luciene, tudo bem?
Sou a Laura, brasileira e imigrante no Québec, morando em Montréal.
Vi o seu blog, achei muito interessante, tem informações bastante úteis, gostei muito mesmo!
Sou formada em Administração e atualmente trabalho para a École de Français Québecois, onde sou gerente de marketing. Vou te falar um pouco da nossa escola, e gostaria de te convidar para conhecer o nosso site e o nosso curso, tenho certeza que irá gostar.
A Escola de Francês Quebequense é uma escola de francês situada em Montréal, Québec, e oferece um curso de francês virtual exclusivo para brasileiros que desejam imigrar para o Québec.
A escola não oferece um curso presencial, apenas um curso a distancia, pela internet.
O nosso curso é reconhecido pelo Bureau de Immigration-Québec e oferecemos um certificado de horas estudo.
A nossa escola é a melhor opção para quem não quer perder tempo com o trânsito das grandes metrópoles brasileiras e quer ter a liberdade de estudar onde e quando quiser com profissionais experientes no ensino da língua francesa.
Somos com certeza a melhor opção para quem quer imigrar para o Québec, saiba porque:
Nós temos dois grandes diferenciais em relação às escolas convencionais de francês do Brasil:
1. A Escola de Francês Quebequense é a única escola que ensina o típico francês quebequense numa perspectiva exclusiva de imigração, isso significa dizer que todo conteúdo das aulas está relacionado ao Québec e aos imigrantes.
2. É a única escola de francês que tem uma equipe especialista em imigração para dar suporte contínuo aos alunos. Ao mesmo tempo em que o nosso aluno estuda e aprende o francês, ele tem um acompanhamento da equipe de especialistas em cada etapa do processo de imigração, para esclarecer todas as dúvidas (sem pagar nenhum custo adicional por isto). A equipe está sempre apta para esclarecer dúvidas relacionadas ao processo de imigração, montagem do dossiê, mercado de trabalho no Québec, educação no Québec, moradia e etc.
Agora te convido para conhecer uma amostra do nosso curso. Trabalhamos com material áudio e vídeo, para que o nosso aluno possa ver e ouvir tudo aquilo que lhe interessa sobre a cultura, o dia-a-dia do Québec, a imigração, enfim! Na nossa amostra, temos disponíveis pequenas partes de dois dos nossos módulos. Uma amostra do módulo 6 (para pessoas de nível intermediário à avançado) e do módulo 1 (para pessoas do nível básico).

http://moodle.francaisquebecois.com/

O site da nossa escola:
http://www.francaisquebecois.com/index.php

Muitíssimo obrigada pela atenção,
Laura Mercês

Anônimo disse...

Ola Rogerio..

Parabens....muito bom o sue POST.

Deus te Abençoe muitoooo;)

Deni

Luciano disse...

Faaaaaaaaaaaala Manso!!! A esposa de um colega de trabalho e um amigo tiveram aula de PMP contigo. Me falaram que você se mandou pro Canadá. Parabéns pelo sucesso camarada!!! Quando voltar (de passeio) para Brasília vou cobrar aquele almoço no Porcão que tu tá devendo pra mim e pro Boscão (lembra que saiu aquela grana para a sua empresa de um contrado de GED????). Brincadeiras a parte, te desejo todo sucesso. Ah! Aproveita e depois me passa as "manhas" da certificação PMP. Grande abraço, Luciano - lucianoaffonso@hotmail.com

marina disse...

Oi rogério!!! Fiquei muito emocionada ao ler ese post! Acompanhei desde aqui a sua vontade de ir e fico muito feliz mesmo por vc, vcs sào um exemplo de que quando queremos algo e direcionamos a nossa énergia para que aconteça, ela acontece!!! Aguarde -nos ano que vem, vamos passar as férias na sua casa!!!!!!
bjs

Thiago disse...

Caramba Rogério e que história!!! E os ensinamentos então, puxa, não sabes como estou feliz de estar lendo o seu blog agora de manhã, isto me fez pensar na luta que terei que passar e ao mesmo tempo como será compensador colher os frutos desta batalha.

Abraços e boa sorte, pensamento positivo é coisa certa a se fazer nessas horas.

Thiago

**Juli Alves** disse...

Olá Rogério! Sou filha de Eduardo de Ilhéus e desde que o tio Manso mandou o endereço de seu blog tenho acompanhado sua história. Parabéns pelo sucesso! Tenho aprendido com suas experiências e pretendo passar por alguma delas em breve!
Até mais e cuida bem do tio!
boa sorte!

Cláudio Rodrigues disse...

Parabéns! Já estou aqui faz quase 10 anos e fico feliz em ver mais um que mostra que podemos sim ser a exceção e ter uma carreira de sucesso em terras Canadenses! Nada como a nossa adaptabilidade a qualquer situação! Abraço!

Fernanda disse...

Parabens (atrasado rss) Rogério!!!! Puxa, fico muito feliz em saber de casos de sucesso como o seu. Tenho certeza q vc conseguiu um ótimo emprego logo de início pq estava bem preparado! Os seus relatos estão me ajudando muuuuito, estou pesquisando o mercado de trabalho no Quebéc, mais precisamente Montreal, então procuro sempre ver o q as empresas exigem. Gostei de saber q o inglês e francês excelentes não precisam ser tão excelentes assim rsssss. Todas as vagas q encontrei pediam francês e inglês fluentíssimos, isso me deixava preocupada, mas sabendo q nem sempre é assim, já fico mais tranquila.

À bientôt!