segunda-feira, abril 06, 2009

Imigração: solução ou problema

Olá queridos amigos

Sim, eu sei.. estamos em falta com vocês em relação ao nosso blog.

Apesar de gostarmos muito de compartilhar nossas experiências e opiniões, a rotina diária muitas vezes nos absorve mais do que gostaríamos.

Após um ano vivendo aqui em Montreal , nosso dia-a-dia é bem corrido e agora temos outras preocupações e outras coisas também muito importantes a fazer.

Mas vamos ao que interessa.

Acho que todos ouviram nos noticiários recentemente o brutal assassinato de 14 imigrantes nos EUA por um imigrante vietnamita.

Agora... vocês sabiam que tem um brasileiro dentre os mortos?

Pois é.... infelizmente tem. Vejam a reportagem no site Fantástico.

Depois de ouvir e ver as imagens desta reportagem eu começei a pensar com os meus botões:

1) Imigração é uma solução ou um novo problema para as pessoas?
2) Imigração é uma solução ou um problema para os países que recebem estes imigrantes?
2) Imigrantes asiáticos tem mais dificuldade em se adaptar em uma nova cultura?
3) Nós conseguimos conviver com uma cultura tão diferente quanto é a cultura oriental?

Bem, estas questões são para criar polêmicas...agora, alguns pontos que eu gostaria de expressar a minha opinião.

1) Não é saindo do Brasil que você vai ficar livre da violência, da discriminação, dos abusos, etc , etc. O brasileiro estava na boa e de repente foi morto do nada....e ele não estava em uma favela no Brasil.
2) Os critérios adotados para selecionar os imigrantes precisam ser melhor avaliados. Não podem aceitar qualquer um na condição de "direitos iguais".
3) Idioma é sim, ao meu ponto de vista, um dos maiores problemas, senão o maior, que os imigrantes enfrentam para se adaptar.
4) Mesmo depois de ter feito mestrado, doutorado e pós-doutorado o brasileiro ainda estava estudando inglês... para mim isto significa que uma coisa é você ter um inglês "funcional" outra coisa é você ter um inglês para se adaptar a uma nova cultura. Esta última condição é extremamente mais demorada e mais difícil.
5) Problemas vão acontecer em qualquer país, em qualquer condição... a pergunta é: você está preparado para resolvê-los?
6) Um detalhe me chamou a atenção: a família do brasileiro ficou no Brasil. Acho que neste caso é muito mais difícil da pessoa se adaptar. Ficou entendido que ele não era imigrante, estava apenas estudando e iria voltar, mas mesmo assim teria que ficar lá por pelo menos uns 2-3 anos longe da família.

Bem é isto. Espero que Deus conforte a família deste corajoso brasileiro que tinha um sonho de melhorar de vida através dos estudos. Posso dizer que ele é um vencedor.

Quanto ao vietnamita...bem... não vou colocar aqui o que penso dele. Seria impublicável. Só digo que ele ter se suicidado foi o gesto que melhor caracterisa a covardia deste indivíduo.

E a vida continua...
Abraços a todos.
Rogério

5 comentários:

Anônimo disse...

Emigracao, definitivamente, nao eh a panaceia para todos os problemas.
Vejo muitas pessoas buscando a residencia permanente, quando mais adequado seria um visto de trabalho, por exemplo. Apesar da opiniao controversa, entendo que o ato de emigrar, exige um profundo desancanto com o pais de nascimento, uma ruptura irreversivel. N advogo, romper com as origens, mas com o status quo que dominam, por exemplo, a politica, que gera a violencia incontrolavel, a desintegracao do Estado que permite a corrupcao generalizada. Penso que,no Brasil, ha possibilidades de ser bem sucedido, mas precisa se proteger e quase se desculpar. O sucesso individual deveria ser estimulado. A influencia da Rede Globo, eh tragica nos destinos do pais.
Ha muitos anos, moro fora do Brasil, tenho orgulho das minhas origens, mas tenho nova patria e nela pretendo viver ateh o final dos meus dias, tanto no bem quanto no mal. Nasci por destino, mas escolhi por consciencia o pais que quero viver.
Muito sucesso para vcs com a graca de Deus,

Bernardo Oliva

Beatriz disse...

É uma pena o que aconteceu. Se imigrante ou não, qualquer tipo de violência é terrível.

Agora o que eu sempre me pergunto: por que essas pessoas não se matam de uma vez ao invés de antes disso tirarem a vida de outras pessoas??

Perdoe minha opinião, mas se uma pessoa pretende se matar, que se mate. Mas deixe outras pessoas fora disso...

As questões que você levantou para reflexão são muito boas. Realmente é para se pensar a fundo!

Abs,

Bea.

Alberto e Fabiana disse...

Tô passando pelos blogs que consultamos e alguns até sem saber nos motivaram e ajudaram a conseguir nossos CSQ`s!

Obrigado e Boa Sorte!

Manu disse...

Concordo em numero, genero e grau com vc. Principalmente com os itens 2 e 3. É ali que mora o perigo e é ali que os paises que recebem imigrantes precisam tomar atitudes pra ontem.
Enfim, historia muito triste e assunto mais que polemico.
No meio disso tudo, saudades de vcs. Podia até imaginar o rosto do Rogério falando essas coisas todas. =)
Beijo grande pra vcs.

Lidiane disse...

Olá pessoal!
Como vcs estão??
Dêem notícias!!!!!!
Abraços