quarta-feira, julho 09, 2008

Casa nova, trabalho novo

Desculpem por não estarmos postando com a frequência que gostaríamos, mas a correria está bem grande estes dias. Mas vou tentar atualizar um pouco os últimos acontecimentos.

Casa nova
- Estamos de casa nova. Nos mudamos para Laval no final de semana passado. Agora podemos dizer que já estamos em nossa casa, apesar de não ser nossa..rsrsr
- O lugar é muito bom, diante de um parque com campo de futebol e tudo. O bairro é bem tranquilo e bem perto do metrô. Nossos vizinhos também são maravilhosos e tem nos ajudado bastante. Obrigadão mesmo, Savana e Fabiano.
- Ainda não conseguimos deixar a casa do jeito que queremos, mas aos poucos vamos comprando as coisas e ajeitando da melhor maneira possível.
- Alugamos um apartamento no primeiro andar e também o basement. Para quem não sabe, basement seria tipo um porão. No nosso caso eles usaram a garagem para fazer um outro quarto, uma sala bem grande, um banheiro e uma dispensa também bem grande.
- Tem também um belo quintal e muito espaço para os meninos brincarem e fazermos um delicioso churrasco com os amigos.
- Nossa internet somente será instalada no final de semana e por isto estamos meio isolados estes dias.

Trabalho novo
- Comecei esta semana o meu novo emprego.
- Trabalho bem no centro de Montreal perto da estação McGill. É um prédio enorme e muito bonito. Depois eu ponho as fotos do lugar.
- No primeiro dia, quando cheguei, já me levaram para o meu “bureau” aonde já estava o meu lap-top, meus cartões de visita (em inglês e em francês), um monitor de 20’ para melhorar o trabalho, telefone com direito a ligações locais e interurbanas e meu cartão magnético de acesso ao escritório. Depois de instalado, a responsável pela administração me mostrou as copiadoras (coloridas), aparelhos de fax e as impressoras (também coloridas). Me deu uma lista de material no caso de precisar de alguma coisa. Tinha uns 300 ítens lá pra escolher. Dá pra pedir mais?
- O meu lap-top eu posso levar pra casa e se precisar também posso acessar os computadores da empresa de qualquer lugar aonde eu tenha acesso à internet ou a uma linha telefônica.
- O ambiente é bem profissional e todos tem sido bastante legais comigo. Na medida do possível
eles sempre vem me pergutar se estou precisando de algo ou de alguma informação.
- Café (vários tipos e sabores), chá, chocolate e água tem à vontade. É só ir na copa e pegar na máquina. Tem máquina de refrigerante, vários micro-ondas e geladeiras para quem quiser levar a própria refeição. Grátis.

- Descendo no térreo, eu saio dentro da cidade subterrânea em um local chamado “Centre Eaton”. Lá tem de tudo. É um shopping center subterrâneo.
- Amanhã vou participar da reunião de apresentação da empresa para os novos funcionários. Lá eles nos falarão sobre as condições de trabalhos, regras e benefício que temos direito. Não vou enumerar, mas são muitos os benefícios. Até carro dá pra comprar através das parcerias.
- Já recebi vários documentos e manuais para ir lendo e aprendendo um pouco sobre o ambiente do Escritório de Projetos. À primeira vista não parece muito diferente do que eu já conhecia no Brasil, salvo que agora não são projetos só de TI. Tem projetos de todos os tipos. No meu caso, são projetos de infra-estrutura.
- O pessoal quase todo fala francês no escritório. É claro que o inglês também é bastante falado, mas eu diria 60% francês e 40% inglês. Até agora não tive maiores problemas de entender e de me fazer entender. De qualquer forma, como prevenção não faz mal á ninguêm, eu comprei um gravadorzinho portátil e tenho gravado as reuniões para depois escutar de novo e não deixar passar nada sem entender.

É isto por enquanto
À bientôt.

4 comentários:

Gaucha e Gaúcho disse...

OLá Rogério e Luciane!
Acompanhamos vocês a bastante tempo e temos vocês como exemplo de que podemos ter muito sucesso como imigrantes, basta sonharmos e batalharmos! parabéns! Torcemos muito por vocês, acreditamos que em julho do ano que vem estamos chegando por aí tb! Abraço!

Jean disse...

Ola Rogerio e Luciane,

Muito legal as informações. Fico feliz pelo sucesso de vcs. Normalmente minha esposa acompanha mais de perto o caminho de voces.

Rogério, Tb pensamos em ir para Laval e trabalhar em Montreal. Para você o que você acha dessa situação? Pois ainda estou em duvida se vamos para MOntreal mesmo ou se vamos para Laval. A Camila quer ir para Laval e eu para MOntreal. Logico que chegaremos a um acordo, e .... possivelmente Laval (hehehe), caso não consiga convencê-la ou seja convencido tb.


Um abraço e sucesso para vocês.

Jean

Cláudio Rodrigues disse...

Rogério, deixo aqui meu email para vocês quando quiserem escrever (claudrodr AT gmail.com - troque o AT pelo @).
Quanto ao seu comentário, Buick não! Muito inferior! Mercedes, depende o modelo! Lexus? Huummm. Bom carro mas deixa muito a desejar na performance. Nesse quesito, muito difícil bater os Porsches. Até no conforto/acabamento, melhoraram e muito. A Cayenne nesse sentido é excelente! E dirigir ela numa estrada com curvas como a de Ottawa para Mt. Tremblant em Quebéc é simplesmente um espetáculo! Nada se porta na estrada como um Porsche. Isso eu aprendi nesses últimos 10 anos. :-) Abraço!

Flavia disse...

Olá! Parabéns pelo blog e obrigada pelas postagens dos comentários. Noós estamos pensando em nos mudar para o Canadá mas uma coisa não entendi: o governo canadense incentiva a imigração mas oferece empregos? Pois de nada adianta sairmos de SP para atirar no "escuro"..... Se puderem me dar uma luz.... OBRIGADA!!! flaviaw18@gmail.com